Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Desabafos de um Vagabundo

Serve este local para tornar visivel o pensamento do último dos vagabundos que conheço: EU! Aqui ficarão registados os meus pensamentos, crónicas, poemas, piadas, quadros, enfim, toda a parafernália que a imaginação e a veia me for dando.

Desabafos de um Vagabundo

Serve este local para tornar visivel o pensamento do último dos vagabundos que conheço: EU! Aqui ficarão registados os meus pensamentos, crónicas, poemas, piadas, quadros, enfim, toda a parafernália que a imaginação e a veia me for dando.

17
Abr09

Sabor... 17/04

Gil Saraiva

Sabor de Saudade...

"SABOR"

Sabor... sabor de fel, sabor de sal,
Sabor... sabor de dor, sabor de morte;
Sabor que não tem vida, não tem sorte;
Sabor da boca me sabendo mal...

Um sabor de saudade natural;
Natural mocidade sem suporte...
Sabor gelado, como o vento norte,
Que é paladar de amargo, vil mortal...

Um mortal desterrado, tão selvagem,
Num mundo por demais civilizado...
Eu sou um prisioneiro, dominado,

Como um vassalo dando vassalagem...
Sabor mortal de mim, humano austero,
Que morro por não ter a quem eu quero...

Haragano, O Etéreo in Folhas de Outono, Flores de Primavera

A quem eu quero....

Comentar:

CorretorMais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.