Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Desabafos de um Vagabundo

Serve este local para tornar visivel o pensamento do último dos vagabundos que conheço: EU! Aqui ficarão registados os meus pensamentos, crónicas, poemas, piadas, quadros, enfim, toda a parafernália que a imaginação e a veia me for dando.

Desabafos de um Vagabundo

Serve este local para tornar visivel o pensamento do último dos vagabundos que conheço: EU! Aqui ficarão registados os meus pensamentos, crónicas, poemas, piadas, quadros, enfim, toda a parafernália que a imaginação e a veia me for dando.

22
Abr09

Dia da Terra - Earth Day - Dia Internacional da Terra e do Património Geológico 22/04/2009 - A Mensagem da Terra

Gil Saraiva

 

Dia da Terra

Bem-vindos ao Dia da Terra.

Este é um dia para nos lembrarmos que temos um património comum.

Earth Day

Não se trata de uma propriedade americana, chinesa ou brasileira, ou mesmo nossa, não! O planeta é de todos nós e deve ser tratado como um bem comum.

Dia Internacional da Terra

Preservado e conservado como um recurso escasso e não como algo infinitamente regenerativo. A Terra tem limites e, infelizmente, nós já os ultrapassamos. Tal como a nossa mãe… lembrem-se: Terra, há só uma!

A Terra tem Limites e já os ultrapassamos...

Deixo um poema de amor: Mensagem da Terra

Gil Saraiva

Mensagem da Terra

"A MENSAGEM DA TERRA"

Olá amor...
Digo eu, sorrindo
Séculos de felicidade,
Qual geólogo ou geofísico
Que encontra a plena realização
De toda uma vida
Ao julgar explicar a formação
Das cadeias de montanhas
Ou do genuíno batólito que fez nascer
A Serra da Lua...

Olá amor...
Tu que és como a teoria
Que parece ser definitiva,
Firme, estática, mas que evolui
Pelos resultados das novas observações
De um verdadeiro existir,
Como tu, entre tese e antítese,
Construindo a essência
Que te torna única...
Que te faz bela...

Olá amor...
Tu és o fenómeno
Onde eu recomeço a cada dia,
Desde o mais primitivo início,
A minha apaixonada investigação,
Observando directamente, a nu,
O conhecimento de ti...
Onde eu procuro a confirmação
Do transcendente amor
Que me invade as veias
E me explode
O coração...

Olá amor...
Tu és a mensagem da Terra,
A voz da Serra da Lua,
O ser que me faz Sintra,
O elemento que transforma
A pedra em rocha,
O batólito em História,
A História em tradição,
A tradição em lenda,
A lenda em romance
E o romance em amor...

Olá amor...
Tu és a mensagem da Terra
O estrato mais subtil,
Mais puro
Porque, apenas em ti,
A pedra vira amor
E o sedimento:
Pilar!

Olá amor...
Tu és a árvore
Que veio de fora
E que fez verde a Serra toda...
A raiz que se expandiu
Transmitindo a palavra
Que se fez fértil,
Que se fez vida,
Que gerou felicidade!...

Olá amor...
Tu és a onda que chega
Num perpétuo renovar das areias,
Sombrias de minério,
Da Praia Grande...
De onde espalhas a tua mensagem,
Tão permanente
Como as pegadas que os
Dinossauros deixaram, para sempre,
Eternizadas nas rochas...

Olá amor...
Assim transmites, pelo brilho
Da espuma e do granito,
Que amar é existir
Em fusão e harmonia...
Pois que esta é,
Na forma cristalina,
A Mensagem da Terra!

Haragano, O Etéreo in Serra da Lua

 

A Mensagem da Terra