Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Desabafos de um Vagabundo

Serve este local para tornar visivel o pensamento do último dos vagabundos que conheço: EU! Aqui ficarão registados os meus pensamentos, crónicas, poemas, piadas, quadros, enfim, toda a parafernália que a imaginação e a veia me for dando.

Desabafos de um Vagabundo

Serve este local para tornar visivel o pensamento do último dos vagabundos que conheço: EU! Aqui ficarão registados os meus pensamentos, crónicas, poemas, piadas, quadros, enfim, toda a parafernália que a imaginação e a veia me for dando.

31
Mar09

Fria 31/03

Gil Saraiva

 

Fria

"FRIA"

Aqui, a rua está tão agitada...
Nas gentes um sorriso se retrata
E nestas noites um luar de prata,
Aviva a coisa mais inanimada...

E ali no largo, perto da esplanada,
Ali mesmo tu estás, distante, ingrata...
E em meu corpo um fogo se desata,
Queimando esta minha alma já queimada,

Por te sentir fria!... Fria e distante...
Por me sentir de todo desprezado...
E nesse tempo, nesse mesmo instante

Eu começo a fugir amedrontado...
O luar vai... se apaga lancinante...
E ali, no chão, eu quedo abandonado...

Haragano, O Etéreo in Folhas de Outono, Flores de Primavera

Abandonado

30
Mar09

Sentir Camoniano 30/07

Gil Saraiva

 

Amor

"SENTIR CAMONIANO"

Amor é eterno nada e universo;
É ilusão que muito e pouco dura;
É muita fome ter quando há fartura;
É viver o contrário do inverso;

É um calado estar quando converso;
É doença que não procura a cura;
É seta que não faz qualquer rotura;
É submarino coração emerso;

É vela acesa que apagada existe;
É o sonho do homem acordado;
É a felicidade de estar triste...

Mas como podes ter tu sublimado
Este sentir, Camões, que descobriste
Prá inda ser presente o Amor passado?...

Haragano, O Etéreo in Folhas de Outono, Flores de Primavera

Amor Passado

Pág. 1/13