Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Desabafos de um Vagabundo

Serve este local para tornar visivel o pensamento do último dos vagabundos que conheço: EU! Aqui ficarão registados os meus pensamentos, crónicas, poemas, piadas, quadros, enfim, toda a parafernália que a imaginação e a veia me for dando.

Desabafos de um Vagabundo

Serve este local para tornar visivel o pensamento do último dos vagabundos que conheço: EU! Aqui ficarão registados os meus pensamentos, crónicas, poemas, piadas, quadros, enfim, toda a parafernália que a imaginação e a veia me for dando.

19
Mai09

Eventos Cíclicos e Gente com Nome - 19 de Maio

Gil Saraiva

 

Interiores

Eventos Históricos
715 - É eleito o Papa Gregório II
1897 - Oscar Wilde sai da prisão.
1954 - Catarina Eufémia é morta a tiro pelo tenente Carrajola da GNR, tornando se assim um símbolo da resistência ao Estado Novo.
Nascimentos
1611 - Papa Inocêncio XI (m. 1689).
1862 - João do Canto e Castro, presidente português (m. 1934).
1890 - Mário de Sá-Carneiro, poeta português. (m. 1916).

Falecimentos
1536 - Ana Bolena, segunda mulher de Henrique VIII de Inglaterra (decapitada).
1935 - T. E. Lawrence, ou Lawrence da Arábia, militar inglês (n. 1888)
1954 - Catarina Eufémia, trabalhadora alentejana, símbolo de manifestação contra o Estado Novo (n. 1928)
1994 - Jacqueline Kennedy Onassis, ex primeira dama dos EUA (n. 1929)
2000 - Yevgeny Khrunov, cosmonauta da Soyuz 5 (n. 1933)

Eventos Cíclicos
Dia do Físico – Brasil
Dia Internacional do Advogado

Gil Saraiva

19
Mai09

Acorda 19/05

Gil Saraiva

 

Tendo terminado o livro de poemas "Século XXI" começa hoje

o livro de sonetos "Quimera de Quimera".

 

Mulher dos Sonhos

"ACORDA"

Para um amor sentir, estando ele ausente,
E olhar eu para quem não posso ver,
Para uns lábios beijar, sem deles saber,
E para estar contigo no presente,

Com muito amor, apaixonadamente,
Sem a tua presença eu poder ter:
Eu fecho os olhos... sinto-me mover...
E quando volto a olhar, na minha frente,

Reconheço essa imagem sempre bela,
As formas desse corpo em que me deito,
O sorriso da boca mais singela,

Os olhos desse belo tom, perfeito...
E... sinto-te alegre e me falando:
- Acorda, Amor, acorda, estás sonhando!...

Haragano, O Etéreo in Quimeras de Quimera

Mulher dos Lençois