Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Desabafos de um Vagabundo

Serve este local para tornar visível o pensamento do último dos vagabundos que conheço: EU! Aqui ficarão registados pensamentos, crónicas, poemas, piadas, quadros, enfim, tudo o que a imaginação me permite

Serve este local para tornar visível o pensamento do último dos vagabundos que conheço: EU! Aqui ficarão registados pensamentos, crónicas, poemas, piadas, quadros, enfim, tudo o que a imaginação me permite

Poemas de um Haragano: Livro XIX - Vermelha Tempestade

Vermelha Tempestade

 

"VERMELHA TEMPESTADE"


Querer... Já diz quem sabe que é poder;
Poder... Já diz quem tem que é divinal,
Divino... Diz quem sente que, afinal,
Amar é mais profundo... e mais que ter

Qualquer uma outra força pra viver...
Amar... um todo é!... Fundamental...
Amar - A luz mais forte: Capital
De quem pode o caminho escolher!...

Querer... poder... viver... Oh! Mas amar...
Nada é tão forte, quanta intensidade:
É como sentir vermelha tempestade

Nos invadindo a alma e o olhar;
É como ter na mão o infinito;
É querer, poder, viver, em um só grito!


Haragano, O Etéreo in Terra de Vénus
(Gil Saraiva)

Poemas de um Haragano: Livro XIX - Tudo e Nada

f

 

"TUDO E NADA"


Amor, num golpe, é espada e cativeiro;
Amor é chave, é vinha e é guarida;
Amor é já, também, a nova vida;
Amor é universo e é celeiro;

Amor é flor exposta num canteiro:
Orquídea, rosa, cravo ou margarida?
Não importa saber qual a mais q'rida,
Se em lapela ao amor tomam o cheiro...

Amor é coração, amor é dor,
É ter; é ser; é estar; é acordar;
Amor é o primeiro beijo dar;

Amor é quando ao vê-la tem calor
Perdida face agora enamorada...
Amor é sempre tudo; é sempre nada!...


Haragano, O Etéreo in Terra de Vénus
(Gil Saraiva)

Poemas de um Haragano: Livro XIX - Tu e Eu

"TU E EU"


Unidos, tu e eu, por nosso amor,
Por esse doce amor que em nós nasceu,
E, muito superior ao de Romeu
Ou ao da bela dama Leonor;

Amor mais forte que o Adamastor...
E que ninguém se atreva, nem Morfeu,
Nem Júpiter, nem Vénus, nem Orfeu,
A tentar pôr fim ao seu vigor.

Tu e eu, no amor que nos juntou,
No amor que jamais nos separou,
Os deuses venceremos, pois unidos:

Somos mais fortes do que o forte Marte,
Mais amorosos do que mil Cupidos,
Mais belos e perfeitos do que a Arte!


Haragano, O Etéreo in Terra de Vénus

(Gil Saraiva)

Poemas de um Haragano: Livro XIX - Tu

"TU"


Tens nessa voz o timbre de outros hinos;
Tens nesse corpo a carne apetitosa;
Tens nessa pele a seda mais sedosa;
Tens belos os teus olhos cristalinos;

Tens brilho nos cabelos leves, finos;
Tens nos lábios o rosa de uma rosa;
Tens nos nervos a fibra corajosa;
Tens tu, no sangue, a raça dos latinos!...

Tens tudo o que te deu a natureza...
E nada mais de bom podia dar:
Dedicação e calma... mais: sonhar;

Carinho, inteligência, amor, beleza...
Só peço a Deus, por tudo o que ele quiser,
Que me faça teu homem... ó mulher!...


Haragano, O Etéreo in Terra de Vénus
(Gil Saraiva)

Poemas de um Haragano: Livro XIX - Sonhos de Poeta

"SONHOS DE POETA"


Aqui nos encontramos, os amantes,
Entre poemas não ficamos sós...
Dos versos que dizemos somos voz,
Dos outros, que nos dizem, figurantes...

Somos um todo uno, por instantes,
Sorrimos e choramos, somos nós...
Afluentes de um mesmo rio, a foz,
Sensíveis... raros, somos os Atlantes

Em vias de extinção neste milénio...
Que os sonhos de poeta são morada
Daqueles que ao escrever são mago e fada,

Desses pra quem o verso é oxigénio...
E se um final feliz temos por meta
É porque temos sonhos de Poeta...

 

 

Haragano, O Etéreo in Terra de Vénus

(Gil Saraiva)

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Seja Bem vindo ao Twitter

Follow JJGilSaraiva on Twitter

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2008
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub