Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Desabafos de um Vagabundo

Serve este local para tornar visível o pensamento do último dos vagabundos que conheço: EU! Aqui ficarão registados pensamentos, crónicas, poemas, piadas, quadros, enfim, tudo o que a imaginação me permite

Serve este local para tornar visível o pensamento do último dos vagabundos que conheço: EU! Aqui ficarão registados pensamentos, crónicas, poemas, piadas, quadros, enfim, tudo o que a imaginação me permite

Beijo de Touro

386 - touro.jpg386. Beijo de Touro, portador absoluto da sensualidade, com um erotismo visto quase como uma arte, ou não fosse o Touro regido por Vénus. Para os nativos deste signo a ação exige um enredo onde tudo é envolvimento, toque, abraço, partilha e beijo. Aqui, onde a imagem de um beijo por si só consegue ter nela a força da excitação pela mera contemplação do ato, a demanda não é apenas de carinho, mas também de exclusividade. Quem dá um beijo assim procura agradar a quem o recebe o mais que puder alcançar. Sim, porque nunca é de correr riscos, sendo paciente na espera e lento na decisão, precisando da confiança da outra parte envolvida. Beijo de Touro, sempre afetivo e sensível, erótico, mas romântico porque se quer atrativo, voluptuoso e eternamente demorado.

 

 

 

Beijo de Toque

385 - toque.jpg385. Beijo de Toque, afinal um beijo começa sempre pelo toque dos lábios de alguém em algo ou outro alguém. Se o toque de mãos vai da suavidade de uma simples festa a um brutal murro desferido sem piedade, já o tocar dos lábios dificilmente pode fugir do conceito de afeição, respeito, admiração, amizade ou amor. Trata-se do gesto único que a boca produz em interação com o que é exterior ao próprio corpo. Um cumprimento ou uma despedida, saudade ou desejo, amor ou sexo. Mesmo os beijos falsos ou negativos como o de Judas em Cristo fingem, imitam ou representam afeto. O verdadeiro beijo de toque é aquele em que o tato tem vida própria, pela proximidade dos cheiros e odores, pela troca de olhares, pelos sabores que chegam ao palato, pelos murmúrios que entram pelos ouvidos, por todos os sentidos juntos invadindo os sentimentos…

 

 

 

Beijo Tomado

384 - tomado.jpg384. Beijo Tomado, normalmente considerado surpreendente. Aparece pela vontade de alguém e gera-se sem o conhecimento prévio de outro alguém. Pode ser divinal, arrebatador, inesquecível e incomparável se aceite de bom grado ou com entrega por quem o recebe. Contudo, tomba para o lado negativo, assustador e de abuso absoluto se rejeitado pela destinatária desde o primeiro momento. Por isso mesmo será sempre um beijo com matizes de roleta russa, de pura sorte, de jogo pelo jogo e não pelo que o beijar nos devia oferecer. Salvaguardam-se aqui aqueles que mesmo tomados, foram objeto do estudo e precedidos da tentativa de entendimento dos sentimentos daqueles a quem são dados. Se a pesquisa foi devidamente levada a cabo este torna-se um beijo de invasão consentida, de borboletas no estomago, de gritos de alma em total satisfação.

 

 

 

Beijo de Titanic

383 - titanic.jpg383. Beijo de Titanic, de tirar o fôlego, beijo gelado, apenas pela dimensão do icebergue no momento do impacto, no instante em que as bocas se unem. Um beijo húmido, babado, molhado pela profunda troca de fluidos entre o par, afogado em humores e amores profundos. Arrebatadoramente intenso como se fosse o primeiro e o último em simultâneo. Um beijo de encharcar os corpos em suores hormonais de volúpia, de desejo e de prazer antecipado perante um desfecho ainda mais épico do que qualquer tragédia. Porquê? Porque inversamente se trata de uma epopeia de sentidos, de toques, de fusões e convulsões sincronizadas pelas vontades de ambos num final que de triste só tem mesmo o de acabar no momento em que o ato se conclui e a realidade regressa trazendo consigo a bonança prazenteira de um triunfo absoluto.

 

 

 

Beijo Tímido

382 - tímido.jpg382. Beijo Tímido, entregue a medo, entre receios de possível rejeição ou mesmo recusa da outra parte de o receber. Um beijo normalmente apaixonado, sincero e desejado, mas cujo trajeto até à sua efetiva concretização fez cair barreiras, medos e tabus pré-instalados na mente do principal protagonista. Sendo inseguro por natureza, quando se realiza começa quase que superficial, mas se correspondido, na devida medida, pode atingir intensidades muito para além das esperadas na primeira abordagem. Beijo tímido, apenas até ela o aceitar.

 

 

 

Beijo na Testa

381 - testa.jpg381. Beijo na Testa, porque “o respeito é muito bonito” dirão aqueles para quem este beijo apenas evoca a consideração, a estima e o apreço de um pelo outro, em relações onde os laços afetivos somente são tangencialmente evocados. Porém, aqui exige-se a total significância da expressão. Um beijo na testa recorda o esguardo, mas também demonstra carinho, dedicação, meiguice, cuidado, amizade e até amor. Por exemplo, entre um casal, dá-se depois de outros afagos ou no prelúdio dos mesmos, no primeiro caso como um ponto final de agradecimento e união e, no segundo, como porta-estandarte de um envolvimento que se pretende sério, sentido e acima de tudo verdadeiro.

 

 

 

Beijo com Tesão

380 - tesão.jpg380. Beijo com Tesão, mais do que Freudiano este é um beijo preliminar antes de um ato puramente sexual. É dado com garra e vontade, intensidade e malícia, eroticamente provocador na abordagem e energicamente decidido rumo a um objetivo previamente delineado. Só acontece antes de um ato sexual e serve o seu papel de desbloqueador de inibições que ainda possam existir. Enérgico na entrega, fervoroso na cumplicidade, orgástico na concretização. Beijo com tesão, ambos o querem, ambos o gozam.

 

 

 

Beijo Técnico

379 - técnico.jpg379. Beijo Técnico ou cinematográfico, ao contrário do beijo de filme este é um beijo "para inglês ver", sem emoção, um ósculo de aparências, totalmente desprovido de sentidos e muito menos de sentimentos. É o beijo para a fotografia, para a selfie, para provar o que é efetivamente mentira. Apenas existe uma circunstância que torna esta forma de beijar positiva ou interessante, ou seja, um beijo pode começar técnico entre dois intervenientes, mas, se durante o ato, se dá um clique entre as partes, ele torna-se intenso, real e assombrosamente delicioso, se bem que muitas vezes estes sentimentos não sejam revelados pelos executantes a terceiros. Vira segredo, torna-se cúmplice.

 

 

 

Beijo Tântrico

378 - tântrico.jpg378. Beijo Tântrico, sempre um beijo longo. Para isso basta pensarmos que o sexo tântrico não tem como finalidade a chegada ao orgasmo, mas sim o desenvolvimento de um prazer supremo e prolongado. Para a filosofia hindu o ser humano era inicialmente andrógeno e só depois se dividiu em dois géneros ficando definidos o masculino e o feminino. Ora o reencontro das partes, e o desenvolvimento das energias na fusão, deve ser cultivado, cuidado, profundo e demorado para que a satisfação total seja alcançada. Por tudo isto o beijo tântrico é a aliança pelas bocas quando os lábios de ambos se selam, entre eles, procurando dar início a esse processo divinal do recarregar mútuo das energias intimas, de quem se une com essa finalidade tão essencial ao ser humano, o de chegar mais além através de um alongado deleite superior, num regresso ao uno e indivisível.

 

 

 

Beijo de Tango

377 - tango.jpg377. Beijo de Tango, entregue ao ritmo inconfundível de uma música que apela às mais vibrantes artes do bailado de um par. Beijo de uma dança de sensualidade, beleza, força, vigor, perfeição e controlo total em absoluta harmonia entre corpo e alma, entre ele e ela, entre ela e ele. Uma dança aqui transformada em beijo, em movimentos de lábios, que se cruzam e contornam como se o palco fosse a própria derme, como se os sons feitos dança viessem da garganta, como se as línguas fossem corpos voando na simbologia de um tango, sem fim, simplesmente belo.

 

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Seja Bem vindo ao Twitter

Follow JJGilSaraiva on Twitter

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2008
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub