Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Desabafos de um Vagabundo

Serve este local para tornar visivel o pensamento do último dos vagabundos que conheço: EU! Aqui ficarão registados os meus pensamentos, crónicas, poemas, piadas, quadros, enfim, toda a parafernália que a imaginação e a veia me for dando.

Desabafos de um Vagabundo

Serve este local para tornar visivel o pensamento do último dos vagabundos que conheço: EU! Aqui ficarão registados os meus pensamentos, crónicas, poemas, piadas, quadros, enfim, toda a parafernália que a imaginação e a veia me for dando.

12
Nov19

Beijo de Alvorada

Gil Saraiva

013 - alvorada.jpg

14. Beijo de Alvorada em noite fria, quente e relaxante como o aninhar de uma cria no pelo da mãe loba junto ao calor do leite e à maciez das tetas, entregue durante o despertar, entre a preguiça e o conforto de um leito morno e remexido, no aconchego macio das proximidades cúmplices; tão lento, longo e quase lascivo como deveriam ser os despertares na companhia de quem se quer bem, uma espécie de assimmmmmmmmmm que se prolonga no tempo e que apetece que não mude mais, pois que é tão bom mas que termina com o sorrir prazenteiro do Sol numa janela marota e atrevida.