Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Desabafos de um Vagabundo

Serve este local para tornar visível o pensamento do último dos vagabundos que conheço: EU! Aqui ficarão registados pensamentos, crónicas, poemas, piadas, quadros, enfim, tudo o que a imaginação me permite

Serve este local para tornar visível o pensamento do último dos vagabundos que conheço: EU! Aqui ficarão registados pensamentos, crónicas, poemas, piadas, quadros, enfim, tudo o que a imaginação me permite

Desabafos de um Vagabundo: Registos da Memória - Brasil - Pipa - VIII - A Praia do Amor

Brasil Pipa Praia do Amor VIII.JPGBrasil - Pipa – VIII – Paisagem da Praia do Amor (Foto de autor, direitos reservados)   

 

Registos da Memória

VIII

Brasil – Pipa – A Praia do Amor

Estamos na época alta no Brasil, o calor é uma constante agradável em todo o Nordeste brasileiro. Três meses depois do meu último apontamento sobre Pipa, aqui, nos Desabafos de um Vagabundo, é tempo de regressar à terra do Sol, da praia e das gentes simpáticas e hospitaleiras que povoam este Nordeste afortunado. O Estado do Rio Grande do Norte não tem a riqueza de outros Estados brasileiros, mas o que lhe falta em fortuna sobra em acolhimento e simpatia.

Se alguém me pergunta sobre o crime, lá respondo eu, uma vez mais, que crime existe em todo o lado onde existam duas ou mais pessoas, ou seja, não é um exclusivo dos nossos irmãos. A imagem que acompanha este apontamento é a da Praia do Amor, vista de cima, do casario. Uma paisagem maravilhosa com as palmeiras colocadas nos sítios certos para nos lembrarem um paraíso tropical.

Não se admirem de ver casas com os tijolos à vista, ainda sem acabamentos e, no entanto, já habitadas. Pipa cresce ao ritmo indolente dos dias e das carteiras dos seus cidadãos. Um conceito diferente do europeu, apenas justificado pelos dias quentes, de vinte e quatro horas de calor, e pelas necessidades permanentes de uma população afável, que tem mais o que fazer com o dinheiro do que apenas o investir na casa, que vai habitando, à medida que a mesma vai ficando pronta. No final o resultado é mais acolhedor e compensatório do que no caso do pronto a usar.

Recordar Pipa, uma terra do Município de Natal, nesta época de Festas, à beira do Natal é, no mínimo, nostálgico e romântico. Foi precisamente num Natal que esta fotografia foi tirada. Não é deste ano, infelizmente não. Mas podia ser, não andasse a algibeira tão vazia de euros e a Covid-19 tão farta em variantes. Para quem possa e queira recomendo, uma vez mais, Pipa. Aos viajantes deixo a garantia de não se virem a arrepender. Vão tomar um banho à Praia do Amor, quem sabe se o amor não acaba por, de surpresa, acontecer.

Gil Saraiva

 

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Seja Bem vindo ao Twitter

Follow JJGilSaraiva on Twitter

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2011
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2010
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2009
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2008
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub