Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Desabafos de um Vagabundo

Serve este local para tornar visivel o pensamento do último dos vagabundos que conheço: EU! Aqui ficarão registados os meus pensamentos, crónicas, poemas, piadas, quadros, enfim, toda a parafernália que a imaginação e a veia me for dando.

Serve este local para tornar visivel o pensamento do último dos vagabundos que conheço: EU! Aqui ficarão registados os meus pensamentos, crónicas, poemas, piadas, quadros, enfim, toda a parafernália que a imaginação e a veia me for dando.

Beijo Paternal

284 - paternal.jpg284. Beijo Paternal, austero, por vezes, mas apenas à superfície. Incondicional, porque o que vem da alma não tem correntes nem travões seja qual for a situação ou ambiente a enfrentar. Exemplar, porque é dever de pai saber que serve de modelo no futuro. Complacente e atento para ajudar nas escolhas e caminhos. Sensível e sensitivo porque fruto de um amor para além de qualquer explicação. Seguro e firme na guarda cuidadosa do que vem de si mas que pode tropeçar. Beijo paternal, inquestionável, inabalável e tão irredutível como a Lei da Gravidade, pois que por mais que se faça, num mesmo local, a força não diminui, é sempre a mesma.

 

 

 

Beijo de Parabéns

283 - parabéns.jpg283. Beijo de Parabéns, um dos mais correntes e habituais da sociedade dos nossos dias. Vem muitas vezes acompanhado de lembranças e ofertas de pequenos ou grandes presentes, se associado a um aniversário de alguém, que nos é querido ou especial. Contudo, também entregue isoladamente, com ou sem outras transmissões, se apenas estamos a reconhecer o mérito, o esforço, a vitória ou o êxito, atingido pela pessoa beijada. Beijo de parabéns, simples na forma, quase sempre sincero na recompensa que implica, traduzindo merecimento, acompanhado de sorrisos e servido a gosto.

 

 

 

Beijo de Pajem

282 - pajem.jpg282. Beijo de Pajem em Dama da Corte. Perfeito na cortesia, elegante na figura e sentido na dedicação. Servil na antecipação, completo nos rodeios cuidadosos de uma abordagem temente, mas enamorada. Entregue na mão na primeira vez, na face pela segunda, para, finalmente, desaguar na boca desejada com contornes de triunfo pela terceira rendição. Beijo monárquico entre vassalo e princesa feita rainha aos olhos de quem beija. Beijo de pajem, por entre roupagens sem fim, floreados e mesuras, mas delicado, terno e de alto risco.

 

 

 

 

Beijo de Outono

281 - outono.jpg281. Beijo de Outono, aquele que antecipa o abrigo prévio de quem se prepara para a chegada da estação mais fria e, por isso mesmo, cálido, hospitaleiro, acolhedor e macio, contudo envolto numa aparente bruma de sombras e mistérios muito próprias da época, quase noturno pelo encurtar da luz, à medida que a noite ganha terreno a cada dia que passa; beijo de outono, despido de camuflagens, húmido e escorregadio entre amarelos, laranjas e vermelhos, ansiando já o borralho do lar, dado à luz dançante de uma lareira ou sob uma colcha de lã na privacidade de um aconchego.

Beijo de Outono.jpg

 

 

 

 

Beijo de Orvalho

280 - orvalho.jpg280. Beijo de Orvalho em pétalas de seda que, mesmo assim, ficam muito aquém da maviosidade do semblante feminino. Beijo de orvalho, porque fresco e humedecido pelo contacto dos lábios com a planície sonhada da sua fronte. Um encontro que se quer sentido por ambos, gracioso na sensualidade do ensejo, carente pelo talhe como sacia ao ser cedido, e auferido, numa atmosfera transformada em sortilégio ingénito, sob o fulgir de uma nova alba que, aos poucos, se faz manhã. Beijo de orvalho para que um alguém possa, em cútis de menina, saciar a sua imensa sede.

 

 

 

Beijo na Orelha

277 - orelha.jpg

277. Beijo na Orelha, aquele que quase sempre provoca um estremecimento, e que, na maior parte dos casos, acaba desenvolvendo o consequente arrepio. No país do carnaval é chamado de beijo liquidificador quando são feitos movimentos circulares em toda a orelha.Porém, o certo é que este beijo, sendo normalmente uma caricia praticada na intimidade, entre um casal, é raramente visto publicamente. Os registos públicos que dele temos veem do cinema que o desenvolveu plenamente e consequentemente o registou. Ele é, sem dúvida, um beijo de desejo, servindo de meio, de veículo, usado até ao excesso nos jogos eróticos e de excitação, antes de um maior envolvimento amoroso e sexual. Dir-se-á: beijo de orelha porque te quero tanto.

 

 

 

Beijo de Orquídea

279 - orquídea.jpg279. Beijo de Orquídea, também reconhecido como um beijo homossexual, maioritariamente lésbico, sendo um ato praticado entre homens, mas, mais ainda entre mulheres. No entanto, existem exceções suficientes para o referir. Beijo de orquídea, sensual como poucos, afrodisíaco e perfumado, macio, belo e extremamente atrativo, dotado de carícias “vulvianas” pela leveza e delicadeza do toque aveludado, pela ternura dos movimentos e pela arte como as bocas se abrem e os lábios se deslocam, permitindo o aflorar das línguas ávidas, sedentas, carentes e sôfregas de vida.

 

 

 

Beijo Original

278 - original.jpg278. Beijo Original, na forma, no conteúdo e gerado com ou sem pecado, conforme as envolvências dos que se cruzam neste género de beijar. Apelando resolutamente à imaginação ele sempre busca na líbido a inspiração única para ser inventado e aplicado com mestria, arte e saber. Criativo desde o primeiro instante, descarado na partilha e na prática da sua execução, o beijo original, não se preocupa com comparações porque apenas sobrevive nas emoções.

Beijo na Orelha

277 - orelha.jpg

277. Beijo na Orelha, aquele que quase sempre provoca um estremecimento, e que, na maior parte dos casos, acaba desenvolvendo o consequente arrepio. No país do carnaval é chamado de beijo liquidificador quando são feitos movimentos circulares em toda a orelha.Porém, o certo é que este beijo, sendo normalmente uma caricia praticada na intimidade, entre um casal, é raramente visto publicamente. Os registos públicos que dele temos veem do cinema que o desenvolveu plenamente e consequentemente o registou. Ele é, sem dúvida, um beijo de desejo, servindo de meio, de veículo, usado até ao excesso nos jogos eróticos e de excitação, antes de um maior envolvimento amoroso e sexual. Dir-se-á: beijo de orelha porque te quero tanto.

 

 

 

Beijo On The Rocks

276 - on the rocks.jpg276.Beijo On The Rocks, que é a mesma coisa que oferecer um beijo fresquinho, com um ligeiro travo a lima e alguns humores a álcool que indeléveis no sentir são acompanhados pelo toque salgado que quem acabou de emergir do oceano e ainda transporta na boca a frescura e o sabor a sal, a mar, de olhar brilhante e sorriso aberto. Sim, porque este beijo toma-se como um cocktail de fim de tarde, com o chegar do crepúsculo sob os tons laranjas de um perfeito pôr-do-sol. Se pensar que este é um beijo frio, engana-se, pode ser fresco no toque, mas incendeia a alma e faz borrasca no coração.

 

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Seja Bem vindo ao Twitter

Follow JJGilSaraiva on Twitter

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D