Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Desabafos de um Vagabundo

Serve este local para tornar visivel o pensamento do último dos vagabundos que conheço: EU! Aqui ficarão registados os meus pensamentos, crónicas, poemas, piadas, quadros, enfim, toda a parafernália que a imaginação e a veia me for dando.

Desabafos de um Vagabundo

Serve este local para tornar visivel o pensamento do último dos vagabundos que conheço: EU! Aqui ficarão registados os meus pensamentos, crónicas, poemas, piadas, quadros, enfim, toda a parafernália que a imaginação e a veia me for dando.

02
Jan09

Bateu 02/01

Gil Saraiva

São Valentim de Gil Saraiva

"BATEU..."

Bateu,
Algures no mundo,
Um coração...
.
Bateu de amor,
De dor,
De sofrimento...

Bateu
Milhares de vezes
Num momento...

E ninguém o ouviu,
Nem mesmo eu...
Nem mesmo eu!

Bateu,
Chamou a vida
Em alta voz,
Mas ela em despedida,
Pareceu querer ficar
A sós...

Bateu,
Gritou pelo amor
Em pulmões plenos,
De um ar sem o calor
De verões serenos...

Bateu,
Chorou saudade
Pelos cantos frios,
Mas a resposta
Se esvaziou nos rios...

Bateu um coração
Em vil tormento,
Bateu
Milhares de vezes
Num momento...

E ninguém o ouviu,
Nem mesmo eu...
Nem mesmo eu!

Haragano, O Etéreo in Gota de Lágrima