Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Desabafos de um Vagabundo

Serve este local para tornar visivel o pensamento do último dos vagabundos que conheço: EU! Aqui ficarão registados os meus pensamentos, crónicas, poemas, piadas, quadros, enfim, toda a parafernália que a imaginação e a veia me for dando.

Desabafos de um Vagabundo

Serve este local para tornar visivel o pensamento do último dos vagabundos que conheço: EU! Aqui ficarão registados os meus pensamentos, crónicas, poemas, piadas, quadros, enfim, toda a parafernália que a imaginação e a veia me for dando.

02
Fev20

Beijo de Desejo

Gil Saraiva

096 - desejo.jpg

97. Beijo de Desejo… tal como o nome indica estamos perante um beijo de instinto. Pode, em alguns casos, ter influências românticas, mas é, naturalmente, muito mais um beijo animal do que um ato influenciado por qualquer espécie de resquício racional. Um beijo de macho ou fêmea, dependendo de quem age como dominador. Existe porque se anda à caça e finalmente se avistou a presa. Depois se ela ou ele concorda ou não com o impulso já é detalhe que extravasa a sua amplitude. Beijo de desejo, sempre predador, evidentemente nómada, enérgico e até nervoso, com pressa, mas sem necessitar de ser rápido na entrega. Sempre arrebatado, imponente e voraz, transpirando virilidade ou cio, sensualidade e muito sexo. Um beijo que surge porque de certeza há feromonas pelo ar.

04
Jan20

Beijo de Carneiro

Gil Saraiva

068 - carneiro.jpg

68. Beijo de Carneiro, determinado como o nativo deste signo. Por norma o seu beijo é arrebatado, urgente, intenso e desprovido de vergonhas ou pudor. Ele beija em qualquer lugar sem o mínimo problema ou preocupação. O seu beijo é forte na garra e absolutamente destemido e confiante no desfecho. Não é à toa que por vezes assistimos a alguém a levar uma chapada no rosto em plena rua. A probabilidade de ter sido um destes nativos é elevada. Dependendo das circunstâncias tanto pode ser um ósculo roubado como um à conquistador, mas é sempre oriundo de um impulso, rápido na toma, sexualmente implícito, quente, imprudente até, pois nem sempre espera por saber como será acolhido, mas termina porque, um beijo de Carneiro, é sempre um meio e nunca um fim.