Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Desabafos de um Vagabundo

Serve este local para tornar visivel o pensamento do último dos vagabundos que conheço: EU! Aqui ficarão registados os meus pensamentos, crónicas, poemas, piadas, quadros, enfim, toda a parafernália que a imaginação e a veia me for dando.

Desabafos de um Vagabundo

Serve este local para tornar visivel o pensamento do último dos vagabundos que conheço: EU! Aqui ficarão registados os meus pensamentos, crónicas, poemas, piadas, quadros, enfim, toda a parafernália que a imaginação e a veia me for dando.

06
Dez19

Beijo de Até Amanhã

Gil Saraiva

037 - até_amanhã.jpg

38. Beijo de Até Amanhã, vindo da forja dos que são quotidianos, habituais e quase que automáticos. Dos que começam por ser um simples sinal de despedida, mas que rapidamente ganham formas novas e se transformam numa demonstração de afeto, carinho, amizade, porque se escolhe a quem se dão e não se entregam indiscriminadamente, pela rua fora, a quem por nós passa no crepúsculo de um dia que se esgota. Nada disso, este é um beijo dos que implicam saudade mesmo antes da despedida, de uma despedida qualquer, uma daquelas que nem é sequer um adeus, pois que nele reside, apenas e só, um "até amanhã"…

31
Out19

Beijo Acompanhado

Gil Saraiva

02 - acompanhado.jpg

2. Beijo Acompanhado, aquele que tem os dois intervenientes igualmente envolvidos, ambos pensando coisas semelhantes, ambos imaginando um devir parecido, ambos na senda sensorial que começa no que se sente e não na mera circunstância daquilo que acontece, até porque a companhia é a irmã mais sensata de todas as relações, ela torna possível o inacreditável e faz do impossível algo muito mais provável de ultrapassar, sendo, em paralelo, a principal inimiga dessa coisa negra e feia que se deixa conhecer pelo triste nome de solidão. Beijo acompanhado por ambos, quando ambos o quiserem…