Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Desabafos de um Vagabundo

Serve este local para tornar visível o pensamento do último dos vagabundos que conheço: EU! Aqui ficarão registados pensamentos, crónicas, poemas, piadas, quadros, enfim, tudo o que a imaginação me permite

Serve este local para tornar visível o pensamento do último dos vagabundos que conheço: EU! Aqui ficarão registados pensamentos, crónicas, poemas, piadas, quadros, enfim, tudo o que a imaginação me permite

Beijo Olímpico

273 - olímpico.jpg273. Beijo Olímpico, um beijo que vem da direta influência da mitologia greco-romana, um beijo de deuses e deusas, dividido entre eles ou partilhado, ocasionalmente, com um comum mortal. Na atualidade é um ato de ir aos céus. Divino nas sensações que provoca entre os amantes, tão sublime que os faz sentirem-se divindades num mundo novo que anseiam descobrir e explorar. Entra diretamente na categoria dos beijos perfeitos, daqueles que por si só se bastam e se completam num único, simples e solitário laço de amor.

 

 

 

Facho Olímpico 04/01

Facho Olímpico

"FACHO OLÍMPICO"

A noção de perda
Só se torna objectiva
Quando tomamos consciência absoluta
Que algo se perdeu
Irremediavelmente...

Perder
Um ente que nos é querido
Cai fundo
Dentro do ser que constituímos
E abala
Os alicerces da razão
Do nosso próprio existir...

À memória chegam-nos,
Apressadamente,
As memórias
Do que de bom existia
Na vida ora finda...

Sorrimos com nostalgia,
Choramos com saudade...
E apelamos,
Desenfreadamente,
A Cronos que nos faça esquecer
Com rapidez...

Mas o registo fica,
Gravado algures
Na alma
Que nos faz humanos,
Para que algo de quem se findou
Se perpetue naqueles
Que lhe foram próximos
E que por cá ficaram...

E seja por amor
Ou amizade
É nesses registos
De alma e existir
Que a chama se mantém acesa,
Qual facho olímpico
Que importa manter e preservar...

Haragano, O Etéreo in Gota de Lágrima

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Seja Bem vindo ao Twitter

Follow JJGilSaraiva on Twitter

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2011
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2010
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2009
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2008
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub