Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Desabafos de um Vagabundo

Serve este local para tornar visivel o pensamento do último dos vagabundos que conheço: EU! Aqui ficarão registados os meus pensamentos, crónicas, poemas, piadas, quadros, enfim, toda a parafernália que a imaginação e a veia me for dando.

Desabafos de um Vagabundo

Serve este local para tornar visivel o pensamento do último dos vagabundos que conheço: EU! Aqui ficarão registados os meus pensamentos, crónicas, poemas, piadas, quadros, enfim, toda a parafernália que a imaginação e a veia me for dando.

24
Mai09

Cedo 24/05

Gil Saraiva

 

Cedo

"CEDO"

Eu quero amar-te!... Sim... com que ansiedade...
Ó única, dos olhos meus, miragem...
Ó por alguém jamais vista paisagem,
Só porque nunca alguém viu a verdade!...

Eu quero amar-te pra sentir saudade...
Eu quero, ao longe, ver a tua imagem
Projectada em meu corpo de selvagem,
Tão louco por perder a liberdade,

Como para ganhar, de quem não tem,
O trunfo desse amor... desse segredo!...
Mas encontro-me eu só e sem ninguém,

No mundo escuro... só... com o meu medo...
E tão só, sem poder ir mais além! .
Fico tão solitário inda tão cedo!...

Haragano, O Etéreo in Quimeras de Quimera

Lobo Solitário