Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Desabafos de um Vagabundo

Serve este local para tornar visivel o pensamento do último dos vagabundos que conheço: EU! Aqui ficarão registados os meus pensamentos, crónicas, poemas, piadas, quadros, enfim, toda a parafernália que a imaginação e a veia me for dando.

Desabafos de um Vagabundo

Serve este local para tornar visivel o pensamento do último dos vagabundos que conheço: EU! Aqui ficarão registados os meus pensamentos, crónicas, poemas, piadas, quadros, enfim, toda a parafernália que a imaginação e a veia me for dando.

27
Jan09

Sarajevo 27/01

Gil Saraiva

Sarajevo

"SARAJEVO"

- Mãe ... oh mãe, mãe!?
Tenho fome, mãe...
Mãe... oh mãe, mãe!?

Tenho medo, mãe...

Mãe, oh mãe, mãe,
Tenho frio mãe...
Eu vou morrer, mãe!!!

É sempre assim
Dia a dia,
Sempre e sempre
E já vai longo o tempo
Em que é sempre assim
Em Sarajevo...

Quando irão crescer,
Em esperança,
Estes tão tristes seres
Na idade dos sorrisos?

Alguns conseguem
Fugir...

Mas quantos ficam pra sempre
Nos despojos da guerra?

Até quando ouvirá
O Mundo
E em quantos Sarajevos
Aquele grito de angústia:

- Mãe... oh mãe, mãe!...

Haragano, O Etéreo in O Próximo Homem