Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Desabafos de um Vagabundo

Serve este local para tornar visivel o pensamento do último dos vagabundos que conheço: EU! Aqui ficarão registados os meus pensamentos, crónicas, poemas, piadas, quadros, enfim, toda a parafernália que a imaginação e a veia me for dando.

Desabafos de um Vagabundo

Serve este local para tornar visivel o pensamento do último dos vagabundos que conheço: EU! Aqui ficarão registados os meus pensamentos, crónicas, poemas, piadas, quadros, enfim, toda a parafernália que a imaginação e a veia me for dando.

07
Fev20

Beijo Dourado

Gil Saraiva

101 - dourado.jpg

102. Beijo Dourado, aquele em que a fortuna não se encontra no valor do peso em quilates, transmitido entre duas pessoas no ato perfeito de um ósculo que brilha no escuro, mas sim na luz própria que possui, para aqueles que têm a riqueza perto do coração, junto da alma, na essência do sentir, no vinculo único dos sentimentos de partilha, dádiva e entrega. Assim se entende que a verdadeira ventura de um beijo dourado se descubra no brilho dos sorrisos, no calor do contacto dos lábios, no pestanejar dos olhos, na indescritível perceção de verdade, carinho e fantasia que, de uma vez só, passa em uníssono pelas mentes de ambos os seres ali fundidos pela união das bocas, da pele, da existência, enquanto a magia do toque os faz vibrar de genuína felicidade.

30
Jan20

Beijo Desperdiçado

Gil Saraiva

 

093 - desperdiçado.jpg

94. Beijo Desperdiçado por tanta gente, mas encontrado por alguém. Dividido por dois de forma simples. Perfeito na arquitetura, natural na construção, eloquente na entrega, desejado pelo querer, elementar na criação, mas apenas sonhado por aqueles que por algum motivo o perderam. Um beijar ainda às portas do inverno, quase que adormecido pelas estações do frio. Porém, finalmente desperto pelos executantes e num ápice tranquilamente pronto para provocar arritmias. Exige simbiose e afeto, carinho e ternura. Desenvolve emoções nesse ato praticado com a vontade explicita de conquistar almas, vidas, seres… sim, seres que se beijam por um desejo puro de sentir, de experimentar felicidade, de não perder pitada.

07
Jan20

Beijo Certeiro

Gil Saraiva

070 - certeiro.jpg

71. Beijo Certeiro, dado sem tabus ou sem receios, destemidamente, com frontalidade, alegria, vida e paixão. Um daqueles que se dá com confiança, com a noção exata do que se quer e do que se espera, porque julgamos saber que a face a que se destina será por certo uma graciosa anfitriã. Para o darmos a alguém, e enquanto ato voluntário, temos de ter a certeza de que, do outro lado, existem pelo menos sinais de empatia e afeição. Este pode tornar-se num beijo surpreendente de conquista atingindo uma dimensão única de verdade. Tudo num caminho evolutivo que se avalia como sem regresso. Só assim se provoca a fusão de almas, o inflamar dos corpos, a plenitude dos seres, a busca do apocalipse dos sentidos, a divina glória do êxtase na vulcânica explosão de mil orgasmos...