Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Desabafos de um Vagabundo

Serve este local para tornar visivel o pensamento do último dos vagabundos que conheço: EU! Aqui ficarão registados os meus pensamentos, crónicas, poemas, piadas, quadros, enfim, toda a parafernália que a imaginação e a veia me for dando.

Desabafos de um Vagabundo

Serve este local para tornar visivel o pensamento do último dos vagabundos que conheço: EU! Aqui ficarão registados os meus pensamentos, crónicas, poemas, piadas, quadros, enfim, toda a parafernália que a imaginação e a veia me for dando.

02
Abr11

Poemas de um Haragano: Livro XX - A Abelha

Gil Saraiva

 

 

“A ABELHA”

 

Como um zangão perdido andava eu,

Sem rumo, sem destino, sem um lar,

De flor em flor sem néctar apanhar,

Sem Sol, sem luz, sem meta ou apogeu…

 

Era uma vida vã, num escuro breu,

De flor em flor sem asas pra voar,

Um inútil zangão que só, sem par,

Pouco tinha pra dar, pouco de seu…

 

Por fim chegou um dia a Primavera,

Por toda a parte flores despontavam,

Em voo livre abelhas já voavam,

 

Mas eram para mim como quimera…

Só no Verão, vestindo a cor vermelha,

Chegaste tu, meu mel, tu… minha abelha…

 

 

Haragano, O Etéreo in Livro de Um Amor

(Gil Saraiva)

29
Abr09

Vermelha Tempestade 29/04

Gil Saraiva

Vermelha Tempestade

"VERMELHA TEMPESTADE"

Querer... Já diz quem sabe que é poder;
Poder... Já diz quem tem que é divinal,
Divino... Diz quem sente que, afinal,
Amar é mais profundo... e mais que ter

Qualquer uma outra força pra viver...
Amar... um todo é!... Fundamental...
Amar - A luz mais forte: Capital
De quem pode o caminho escolher!...

Querer... poder... viver... Oh! Mas amar...
Nada é tão forte, quanta intensidade:
É como sentir vermelha tempestade

Nos invadindo a alma e o olhar;
É como ter na mão o infinito;
É querer, poder, viver, em um só grito!

Haragano, O Etéreo in Folhas de Outono, Flores de Primavera

Mulher de Fogo